ETF

Um ETF (Exchange Trade Fund) não é mais do que um fundo de investimento que replica uma determinada estratégia de investimentos. Um ETF pode replicar um determinado índice (por exemplo: S&P500, NIKKEI225, etc.), ou um determinado setor de atividade (ex: setor da saúde) não tendo como objetivo conseguir melhor rentabilidade do que o índice ou setor que representa, mas sim replicar a rentabilidade. Algumas das características dos ETFs fazem deste instrumento financeiro uma ótima opção de investimento para investidores que querem diversificar os seus investimentos, mas que ao mesmo tempo tenham pouco capital para investir. Os ETFs surgiram no fim da década de 80 nos EUA.

Como referido, os ETFs têm algumas semelhanças com os fundos de investimento normais (ou seja de gestão ativa), no entanto podem ser transacionados durante uma sessão da bolsa, tal e qual as ações. De forma ainda mais simples, podemos dizer que um ETF é um título que representa um conjunto de outros títulos (ações, ‘commodities’, obrigações, ou uma mistura de vários tipos de investimentos).

O ETF mais conhecido é o SPDR S&P 500 ETF TRUST (SPY), que replica o Índice Americano S&P 500, assim este ETF permite replicar o comportamento dos preços das 500 maiores empresas Americanas.

Outra importante característica a destacar é o facto de o preço dos EFTs variar ao longo do dia, de acordo com a variação do preço das ações que compõem o ETF. Esta característica é distinta dos fundos de investimento normais (de gestão ativa), que são negociados apenas uma vez por dia, após o fecho da sessão.

 

Se pretender obter informações mais detalhadas sobre os ETF’s recomendamos que leia o artigo: O que é um ETF – Exchange Trade Fund

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *