Dividendos

Os dividendos não são mais do que a distribuição de parte do lucro de uma empresa pelos seus acionistas (detentores de ações). As empresas não estão obrigadas a distribuir os seus dividendos (salvo a exceção de empresas sediadas em alguns países, onde é definida uma percentagem mínima obrigatória para distribuição de lucro), pelo que algumas empresas não o fazem, e utilizam os lucros de um determinado exercício económico (ano) para reinvestir na própria empresa/atividade, para assim aumentarem a capacidade de gerar mais rendimento no futuro.

Existe também a possibilidade de investirmos numa determinada empresa que ainda não consegue gerar lucro, ou seja, no final do ano, as vendas são inferiores aos custos, originando assim prejuízo em vez de lucro. Faz sentido investirmos numa empresa que ainda não deu provas de conseguir gerar lucro? Sim, caso a área de negócio da empresa seja inovadora e que antecipamos que brevemente a empresa conseguirá gerar rendimento suficiente para compensar os seus acionistas. Temos o exemplo da Amazon que demorou muitos anos até conseguir gerar lucros da sua atividade.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *